Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade Medicalização – Fórum Sobre Medicalização da Educação e da Sociedade

Da sala de aula à sala de atendimento : a produção do usuário do Programa de Saúde Escolar do Município de Porto Alegre por Rosangela Barbiani

As políticas sociais de educação e saúde constituem campos de ação e conhecimento de relevância pública e estratégica, tendo em vista seus reflexos na qualidade de vida da população brasileira. Como direitos sociais, expressam disputas políticas e são instâncias de intervenção direta do poder público estatal e da sociedade, no entrecruzamento das necessidades sociais, demandadas pela população, e suas formas de atendimento e custeio, geridas pelo Estado. A escola e os programas de saúde são instrumentos de execução direta destas políticas, tendo como principal função…


Gênero: Tese
Assuntos: Medicalização, Programa Saúde Escola

Leia mais >>

A medicalização do sofrimento psíquico: considerações sobre o discurso psiquiátrico e seus efeitos na Educação por Renata Guarido

RESUMO Este estudo analisa criticamente as mudanças observadas no tratamento do sofrimento psíquico na história recente, apontando a contribuição de fatores como: a padronização de sintomas trazida pelas sucessivas edições da série DSM (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais), os resultados de pesquisas na neurociência – que tentam fundamentar o funcionamento psíquico em bases orgânicas – e o grande desenvolvimento dos psico-fármacos, fruto de maciços investimentos financeiros. A ação desse conjunto de fatores teve por efeito a perda da noção de sentido/significado dos sintomas…


Gênero: Artigo
Assuntos: Criança, Educação, Medicalização

Leia mais >>

Medicalização do corpo na infância – Considerações acerca do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade por Mariana de Araujo Fiore

Resumo   É inquietante o número crescente de diagnósticos infantis, principalmente o que chamamos de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade. Podemos dizer que este diagnóstico tem se alastrado de forma generalizada e implica, entre outras coisas, a medicalização das crianças que são nomeadas por ele. Este artigo traz alguns aspectos para a reflexão em torno do fenômeno contemporâneo da medicalização e seus desdobramentos na infância. Procura ressaltar como a produção de diagnósticos está atrelada ao uso de novas tecnologias do corpo e tem…


Gênero: Artigo
Assuntos: infância, Medicalização

Leia mais >>

Orientação à Queixa Escolar por Beatriz Paula Souza

Queixas escolares são mais de dois terços da demanda infanto-juvenil aos psicólogos, em equipamentos públicos de saúde, clínicas-escola e outras clínicas psicológicas. A maioria das respostas dos psicólogos – e dos psicopedagogos – a esses pedidos de ajuda tende a individualizar e patologizar características da própria criança e de sua família, responsabilizando-as pelas dificuldades escolares. Este livro apresenta uma modalidade de atendimento psicológico que pretende preencher tais lacunas: a Orientação à Queixa Escolar, que vem sendo desenvolvida há mais de dez anos no Instituto de…


Gênero: Coletânea, Livro
Assuntos: Educação, Medicalização, Queixa Escolar

Leia mais >>

ATENÇÃO PSICOSSOCIAL ALÉM DA REFORMA PSIQUIÁTRICA por Abílio da Costa-Rosa

ATENÇÃO PSICOSSOCIAL ALÉM DA REFORMA PSIQUIÁTRICA: CONTRIBUIÇÕES A UMA CLÍNICA CRÍTICA DOS PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO NA SAÚDE COLETIVA Neste livro, composto por um conjunto de ensaios, Abílio da Costa-Rosa procura avançar no desenvolvimento dos diferentes aspectos do campo da Atenção Psicossocial e seus operadores conceituais. O argumento central gira em torno da definição do paradigma da Atenção Psicossocial. O termo “psicossocial” que designa o paradigma em princípio expressava apenas aspectos psíquicos e sociais secundários à prática psiquiátrica; porém, a partir do momento em que lhe são acrescentadas as…


Gênero: Livro
Assuntos: Medicalização, Reforma Psiquiátrica

Leia mais >>

Resposta aos meus críticos por Thomas Armstrong

  Em resposta ao artigo “Porque desinformação, falta de raciocínio científico e ingenuidade constituem uma mistura perigosa” (http://www.thomasarmstrong.com/articles/add_myth.php), primeiramente, gostaria de dizer que ressinto a sugestão dos autores de que eu me aproveito do sofrimento das famílias ao oferecer curas ineficazes ou milagrosas, ou a de que pretendo explorar financeiramente o sofrimento alheio. Tenho sido um educador nos últimos quarenta anos, e em grande parte desse tempo, com um salário muito baixo. Comecei a investigar a questão do TDAH (na época chamada ‘síndrome da hipercinética’)…


Gênero: Artigo
Assuntos: Medicalização

Leia mais >>

MEDICALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO DA DIFERENÇA E RACISMOS EM ALGUMAS PRÁTICAS EDUCATIVAS PACIFICADORAS por Flávia Cristina Silveira Lemos, Franco Farias da Cruz, Giane Silva Souza

RESUMO: Esse artigo aborda teoricamente, considerando a contribuição de autores como Michel Foucault, Robert Castel e Gilles Deleuze, mas sobretudo, por meio de Foucault, as práticas educativas medicalizadas, na sociedade contemporânea que efetuam racismos por meio do biopoder em nome da cultura de paz, da educação para paz e da segurança. O texto ainda apresenta um conjunto de autores que possibilitam analisar a redução das diferenças por uma educação em direitos que forja consensos, mediados por utilitarismos, em uma política econômica em que o capital…


Gênero: Artigo
Assuntos: Biopolítica, Medicalização

Leia mais >>

En la infancia los diagnósticos se escriben con lápiz La patologización de las diferencias en la clínica y la educación por Gisela Untoiglich

Esta obra explora en las promesas y los mitos de la ciencia moderna y deconstruye supuestas evidencias científicas de pretendidos diagnósticos, como el TDAH, la dislexia, el TGD. Analiza la época y sus malestares, los diagnósticos, como coartada de una clínica que cada vez se vuelve más burocrática y menos humanizada. Profundiza en el paradigma de la inclusión educativa, sin dejar de cuestionarse aquello que excluye. Realiza propuestas de abordaje clínico y educacional que posibiliten otros modos de pensar las intervenciones con niños que manifiestan…


Gênero: Coletânea, Livro
Assuntos: Educação, Medicalização, Patologização, Psicologia

Leia mais >>

Medicalização da saúde e exclusão social por Mariza Romero

Neste livro, a historiadora Mariza Romero estuda como vários argumentos favoráveis à eugenia perpassaram a mentalidade de médicos, técnicos, políticos e intelectuais em relação à saúde pública, em São Paulo, nas primeiras décadas do século 20. A autora desvenda as formas de discursos supostamente científicos desses personagens em relação a minorias ­ negros, imigrantes, pobres, mendigos e doentes ­, que para elas compunham um único bloco de pessoas socialmente indesejáveis. O controle social também é aqui estudado em suas ramificações e conseqüências sociais avassaladoras, resultando…


Gênero: Livro
Assuntos: História da Ciência, História da Medicina, Medicalização, Saúde Coletiva

Leia mais >>

A dislexia em questão por Giselle Massi

Pondo em xeque a utilização corrente do diagnóstico de dislexia para distinguir crianças cujo aprendizado da escrita difere do padrão, Giselle Massi apresenta neste livro um ponto de vista inovador. Ao analisar casos de alunos considerados disléxicos, a autora demonstra como é frágil e arbitrária a definição dessa suposta patologia, a qual – pautada em explicações genéticas, neurológicas, metabólicas, entre outras – permite que análises do processo de apropriação da escrita permaneçam restritas à esfera individual. Para embasar seu estudo, dialoga com um sólido corpo…


Gênero: Livro
Assuntos: Dislexia, Medicalização, Pedagogia, Psicologia

Leia mais >>

A Vigilância Punitiva: a postura dos educadores no processo de patologização e medicalização da infância por Fabiola Colombani Luengo

Ano: 2010 Sinopse: O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e a indisciplina são na atualidade assuntos que aparecem com forte incidência no cotidiano escolar. Algumas condutas apresentadas pelas crianças, neste contexto, são vistas como indicativos de tal transtorno e isso vem contribuindo para que crianças ainda muito pequenas sejam encaminhadas pelos educadores aos profissionais da saúde, por apresentarem na escola comportamentos considerados indisciplinados, agitados e impulsivos. A presente pesquisa tem como principal objetivo, discutir a relação entre indisciplina e o diagnóstico de TDAH, a…


Gênero: Livro
Assuntos: Medicalização, Pedagogia

Leia mais >>