Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade Núcleo da Baixada Santista realiza Audiência Pública – Fórum Sobre Medicalização da Educação e da Sociedade

Núcleo da Baixada Santista realiza Audiência Pública

No dia 30/05/2012 foi realizada na Câmara Municipal de Santos a Audiência Pública “Judicialização e Patologização da Infância e Adolescência na Baixada Santista”. Os debatedores Dr. Stefanis Caiaffo, psicólogo e professor da UNIFESP e a Dra. Maria Izabel Calil Stamato, psicóloga, professora e coordenadora do curso de psicologia da UNISANTOS, abordaram com brilhantismo aspectos relevantes sobre o tema. A contenção social a que estão expostas as crianças e jovens, a deterioração das relações em todas as esferas da vida, onde não há mais lugar para gentileza, respeito e atenção. Foi também apontada a responsabilidade dos profissionais na perpetuação da lógica medicalizante, agravada por uma postura, muitas vezes, acrítica sobre seu trabalho. Com o debate, foi possível compreender como a  medicalização se torna um recurso fácil para neutralizar as diferenças e expurgar dos espaços sociais aqueles que são tidos como loucos ou diferentes e como é urgente políticas públicas para o enfrentamento dessas questões .  Destacou-se por fim a lógica contraditória da escola que precisa excluir, classificar, através de diagnósticos, para incluir em seu espaço escolar as crianças com dificuldades de aprendizagem e problemas de comportamento. Dentro desse contexto, foi acrescentado pelos debatedores como as condições de trabalho dos educadores afeta sua atuação profissional e com que recursos a família pode lidar com problemas tão complexos.

A Audiência cumpriu seu papel pois ocorreu uma grande participação e envolvimento da plateia, constituída por profissionais de diversas áreas, representantes do poder público, instituições da sociedade civil, órgãos de controle social, professores, universitários, pais e mães de crianças tidas como “problema”. Muitos deram seus depoimentos e contribuiram no sentido da busca de sentidos e soluções para as dificuldades apontadas. Ao final, ficou a mensagem de que é preciso investir não só em políticas públicas, como também nas relações sociais, humanizando-as e unindo forças na direção de uma sociedade melhor para todos e todas.

O evento foi fruto de um trabalho conjunto entre o Núcleo Baixada Santista do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, a Subsede Baixada Santista do Conselho Regional de São Paulo e o Gabinete do Vereador Reinaldo Martins do Município de Santos.