Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade Medicalização de crianças e adolescentes: conflitos silenciados pela redução de questões sociais a doença de indivíduos | Fórum Sobre Medicalização da Educação e da Sociedade
Medicalização de Crianças e Adolescentes

Medicalização de crianças e adolescentes: conflitos silenciados pela redução de questões sociais a doença de indivíduos

Este livro apresenta um debate aprofundado sobre os processos de medicalização da sociedade. A partir da contribuição de várias áreas de conhecimento, como a Psicologia, a Medicina, a Fonoaudiologia e a Educação, os autores evidenciam o corrente reducionismo dos processos sociais relacionados à precarização das condições de vida e à uniformização de comportamentos, sentimentos, percepções e pensamentos, bem como discutem as implicações psicossociais da atribuição de patologias individuais a todos aqueles que fogem à norma abstrata e ideológica vigente. Assim, a profusão de diagnósticos de dislexia e TDAH, bem como o aumento vertiginoso da distribuição a crianças e jovens de medicamentos, como o metilfenidato, são alguns dos temas enfrentados de maneira consistente, com embasamento teórico-prático.

Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (organizador) Grupo Interinstitucional Queixa Escolar (organizador)

Autores:

MARIA ÂNGELA SANTA CRUZ, RENATA GUARIDO, MARIA CRISTINA VICENTIN, MARILENE PROENÇA REBELLO DE SOUZA, MARIA APARECIDA AFFONSO MOYSÉS, CECÍLIA AZEVEDO LIMA COLLARES, JAN LUIZ LEONARDI, DENIZE ROSANA RUBANO, FÁTIMA REGINA PIRES DE ASSIS, REJAME RUBINO, JULIANA GARRIDO, MARIA DE LOURDES SPAZZIANI, JOSÉ LEON CROCHÍK, NICOLE CROCHÍK, BEATRIZ BELLUZO BRANDO CUNHA, CHARLES D. TESSER, PAULO POLI NETO, CLAUDIA PERROTTA, BEATRIZ PAULA SOUZA


Genre: Livro, Medicalização

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.