Especialistas defendem medidas para combater doenças negligenciadas

Doenças como dengue, sarampo, febre amarela, malária, leishmaniose, hanseníase (lepra), virose gripal – que afetam um bilhão de pessoas no mundo, principalmente em países com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) – são negligenciadas no Brasil tanto pelo setor público como pela indústria farmacêutica, que não tem interesse de desenvolver medicamentos para combatê-las. Essa foi a tônica das discussões de especialistas da área de saúde que ministraram palestra nesta terça-feira (30), último dia do 2º Encontro Preparatório do Fórum Mundial de Ciência, realizado na Universidade…

Leia mais >>

Dia de Luta Contra Medicalização é marcado por eventos na Câmara Municipal e no Parque do Ibirapuera

Entende-se por medicalização o processo que transforma questões de diferentes ordens – política, social, cultural, afetiva – em ‘‘doenças’’, ‘‘transtornos’’, ‘‘distúrbios’’, como se fossem problemas médicos   O Dia Municipal de Luta Contra a Medicalização da Educação, lei 15.554/2012 de autoria do vereador Eliseu Gabriel, foi marcado com a realização de um evento que incluiu palestras, oficinas e debates sobre o tema. Durante o fim de semana, o Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, organizador do encontro, realizou uma série de atividades na Câmara…

Leia mais >>

Recomendações de práticas não medicalizantes para profissionais e serviços de educação e saúde

As “Recomendações” são o fruto do trabalho de dois anos de intensa discussão e aprofundamento com interlocutores de várias áreas de atuação na interface saúde/educação. Nasceram como uma tarefa de um dos grupos de trabalho do Fórum sobre a Medicalização da Educação e da Sociedade. Como uma produção rizomática, onde se busca incluir todas as vozes em jogo, pretendem ter um caráter aberto, interativo, para que todos aqueles que se deparam e se contagiam com as questões e propostas nelas contempladas  possam dar a sua…

Leia mais >>

11 de novembro – Dia Municipal de Luta contra a Medicalização da Educação em São Paulo

O dia municipal de luta contra a medicalização da educação foi comemorado em São Paulo no parque Ibirapuera com alegria e imaginação. As crianças tomaram a palavra e disseram com toda a convicção o que esperam do espaço onde passam a maior parte de seu tempo de infância. Cantar, brincar, jogar foram as falas mais presentes em seus relatos plenos de vivacidade. Para elas, a aprendizagem é consequência deste modo lúdico de se colocarem no mundo. Afinal trata-se da lucidez incontestável de criança. “A infância…

Leia mais >>

Excesso de remédios e terapias na infância preocupa especialistas

 Excesso de remédios e terapias na infância preocupa especialistas Psicólogo aponta que apelo a ‘comprimidinho’ é tentativa de fugir da busca pela raiz dos problemas e da garantia de uma relação saudável entre pais e filhos Por: Cida de Oliveira, Rede Brasil Atual Publicado em 11/11/2012, 10:40 Na sociedade moderna, comprimidos são os preferidos para tratar todos os problemas, mesmo aqueles que o diálogo pode resolver (Foto: João Correia/RBA) São Paulo – A medicalização da educação e da sociedade, processo que tem transformado em distúrbios passíveis de…

Leia mais >>

pesquisa

Mapeamento do uso do medicamento Cloridrato de Metilfenidato

Mapeamento do uso do medicamento Cloridrato de Metilfenidato Resultados parciais                   Total de municípios do Estado de São Paulo     645     1000 Quantidade de municípios que responderam     287   44% 660 Quantidade de municípios que compram medicamento 173   60%     Clique aqui e acesse o detalhamento da pesquisa no formato .PDF.  

Leia mais >>

Debate sobre a Medicalização da Educação e da Sociedade no Vale do Aço aconteceu em Valadares

O evento faz parte das ações do Núcleo Mineiro de Medicalização   agenciainline.com Realizado pelo Núcleo Mineiro de Medicalização e pelo Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais, tendo apoio dos cursos de Pedagogia e Psicologia da UNILESTE o Debate sobre a Medicalização da Educação e da Sociedade foi realizado no último dia 18 de outubro no Auditório João Paulo II da UNILESTE. O debate contou com a participação dos psicólogos Marcus Macedo, Nina Magnani e Patrícia Guedes, assim como da psiquiatra Maria Angélica Vaccarini…

Leia mais >>